sexta-feira, 30 de abril de 2010

Lidando com a ansiedade


Atualmente estou no delicado período de espera... e ansiedade! Se a danada não atrasar, a monstruosa (não) virá no próximo domingo, mas a minha ansiedade... essa não atrasa nuuuunca e já chegou com toda força!!!
Sabendo que a ansiedade é um sentimento comum entre as tentantes, achei interessante divulgar um texto encontrado no site bebe.abril.com.br.
Boa leitura à todas!

Não apresse a cegonha!
Você já pensou, ponderou, analisou, debateu e... finalmente decidiu que quer ter filhos. Agora não cogita mais adiar o sonho de ser mãe ou pai. Ao contrário, só pensa em fraldas, mamadeiras, roupinhas e quer encomedar o bebê o quanto antes. Sendo assim, aqui vai uma dica: é bom pisar no freio e controlar tanta ansiedade. Ela pode causar um efeito dominó daqueles!

Pra começar, a aflição para ter um filho, quando exagerada, pode atrapalhar todo o trabalho do aparelho reprodutor masculino e feminino. "O sistema nervoso central controla a ovulação e, em estado de tensão, a mulher pode não ovular", explica o ginecologista e obstetra Lister de Macedo Leandro, de São Paulo. Mas não é só a mulher que é atingida. No caso dos homens, há uma diminuição quantitativa na produção de espermatozóides. E aí, nada da concepção acontecer.

Muita pressa em engravidar também não é bom para o casal. Movidos pelo afã de ser pai ou mãe, muitos homens e mulheres esquecem que um certo atraso é até natural. E, em vez de relaxar e esperar, se deixam envolver por preocupações, cobranças e medo de que algo esteja errado. "É importante lembrar que os médicos dão um prazo mínimo de dois anos para os casais que querem engravidar", alerta Lister Macedo. Então, pelo bem dessa parceria e da família que vai crescer nada de arrancar os cabelos sem motivo. Só após um ano de tentativas, o casal deve começar a se preocupar de verdade e fazer as primeiras investigações e isso vale tanto para mulher quanto para o homem.

É claro que planejar a gravidez traz mudanças na rotina. E convenhamos: qual mudança não gera inseguranças? Mas, mais uma vez, é bom encarar isso com naturalidade e não deixar os sentimentos negativos atrapalharem os planos. "Se marido e mulher olharem a ansiedade como algo que pode ajudar a construir e não a destruir, a relação deles pode ser muito bem preservada", aconselha a psicanalista Fabiana Ratti, de São Paulo. Palavra de especialista!

Fonte pesquisada: bebe.abril.com.br (por Tatiana Aranha).

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Ácido fólico


A partir do momento em que um casal decide ter um bebê, muitas coisas em sua rotina se modificarão. E a futura gestante deve se preocupar em adotar hábitos de vida saudáveis o quanto antes.

A ingestão de ácido fólico, especialmente, deve iniciar antes mesmo da mulher engravidar. O ácido fólico é uma vitamina do complexo B e pode ser encontrada em alimentos, tais como: espinafre, aspargo, brócolis, vegetais de folha escura, fígado, frutas cítricas e gema de ovo.

Estudos comprovam que a ingestão mínima necessária do ácido fólico (0,4 miligramas/dia) auxilia na formação do tubo neural* do feto, processo que é mais intenso no primeiro trimestre da gestação. O ácido fólico também pode previnir algumas alterações cardíacas, do trato urinário e fissura lábio-palatina.

Com a correria da vida moderna, é comum a mulher não conseguir ingerir a quantidade indicada de ácido fólico somente atrvés de uma alimentação saudável. Por isso, a maioria dos médicos indica a ingestão de suplemento alimentar (como o "Folin", por exemplo). Quando a gravidez é planejada, sugere-se que a ingestão de tal suplemento se inicie três meses antes da concepção e siga até três meses depois da concepção. Porém, é sempre importante que cada mulher procure a orientação médica mais adequada ao seu caso.



* o tubo neural é o sistema nervoso primitivo do feto.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Homenagem às tentantes!


Como o mês das mamães está quase chegando, resolvi fazer uma homenagem as muitas tentantes que estão à espera do seu "milagre"...

SER TENTANTE É...
Sonhar...
e desejar que a primavera brote no ventre.
Tentar...

para que o amor permaneça dentro si...
para sempre.


São tentantes essas guerreiras
que amamentam sonhos de ninar!
São tentantes estas sonhadoras que,
muitas vezes, com lágrimas guerreiam...
Cada ciclo renovam as suas forças
e com a espada da vida desafiam
diagnósticos, pesadelos e tragédias...
E a cada estação que seu corpo aponta
elas enfrentam os medos, as inseguranças e lutam.
São tentantes...
e sem saber já são mães.
Pois carregam no coração o embrião de um sonho,
o sonho de um milagre...
...o milagre da Vida!
(autor desconhecido)

Feliz com a volta ao Baby Center!

Tenho ficado muuuuuito feliz com vários recadinhos que eu tenho recebido no fórum "tentantes" das minhas amigas virtuais! Várias têm lembrado de mim e mandado "boas vibrações" para realizarmos o nosso sonho...

Deixo aqui o carinho recebido da Gehssik... Obrigada, querida!

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Cálculo do período fértil

O período fértil feminino é a "janela" na qual é maior a probabilidade de acontecer a ovulação. A maioria das mulheres tem um cilo menstrual de 28 dias (conta-se a partir do 1ª dia da menstruação). Porém, esta não é uma regra. O meu ciclo, por exemplo, tem sido de 24 dias. Alguns médicos especialistas em fertilidade estimam que a ovulação ocorra mais ou menos na metade do ciclo. Outros especialistas afirmam que a ovulação acontece cerca de 14 dias antes do próximo período menstrual.
Para um controle um pouco mais preciso do seu período fértil, sugiro as mulheres que desejem engravidar anotar seus ciclos menstruais. Caso sejam regulares, podem fazer os seguintes cálculos:


Exemplo (baseado numa mostra de 24 dias):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15

16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31

* Período menstrual (do 1º ao último dia)

* Provável ovulação (na metade do ciclo)

* Provável início do próximo ciclo menstrual

Considerando-se o exemplo acima, como os próprios especialistas divergem de quando aconteceria a ovulação (na metade do ciclo ou 14 dias antes da menstruação), a minha dica (atenção, os maridos vão adorar essa dica!) é que as tentativas aconteçam, em dias alternados, desde o final da menstruação até o dia que antecede a menstruação seguinte.

De qualquer modo, a medida que as mulheres ficam atentas aos sinais de seu corpo, vão aprendendo a prever a ovulação, observando o corpo mudando, cólicas fracas na altura do abdômem, etc.

Fique atenta ao seu corpo, anote as suas datas e boa sorte!

Amigas virtuais tentantes...

Ai, fiquei faceira da vida ao ver que ainda era lembrada pelas minhas amigas virtuais do site Baby Center Brasil, fórum tentantes! As gurias me deram a maior força para voltar à ativa...
Bom, então aproveitando o embalo, resolvi deixar mais algumas dicas para todas as tentantes "de fé"! (próximo post)

Beijão,
Mila

domingo, 25 de abril de 2010

Amigas da Baby Center Brasil

No site babycenterbrasil encontrei, além de informações, a possibilidade de conhecer outras mulheres que estão passando por experiências semelhantes as minhas, nesse momento "tentante" de ser... rsrsrs
Lá, fazemos amizade, dividimos angústias e alegrias e compartilhamos da vida de outras mulheres que, muitas vezes, nem ao menos conhecemos pessoalmente.
Dedico esse post as muitas amigas do babycenter!
Participem, garotas, e compartilhem um pouquinho da história de vocês!
Grande beijo,
Mila

Site tabelinha

Deixo aqui o site http://www.tabelinha.com.br/ como sugestão para as tentantes. Nesse interessante site é possível realizar um registro e ir gravando as datas das menstruações. O próprio site tem como opção o envio de e-mails avisando o início e o fim do período fértil, a provável data da ovulação e da menstruação.

8 dicas para quem deseja engravidar!

Bom, meninas, mesmo sabendo que não existem milagres na hora de engravidar naturalmente, algumas dicas ajudam as tentantes a conseguir o sonhado positivo. Vale lembrar que um casal saudável com até 35 anos pode levar até 1 ano para engravidar. Acima desta idade as mulheres devem esperar até 6 meses de tentativas para, então, procurar ajuda profissional.

Aí vão as dicas encontradas:

1) Quando tentar?
As relações devem ser feitas durante o período fértil e em dias alternados (um dia sim, outro não). Há quem diga que o período fértil da mulher fica no meio do seu ciclo (conte cerca de 3 dias antes e 3 dias depois a partir da metade do ciclo). Em outras fontes médicas encontramos informações que afirmam, categoricamente que, independente do tamanho do ciclo, a ovulação acontece 14 dias antes da gravidez. De qualquer forma, a mulher deve primeiramente saber quando é o seu período fértil para, nessa "janela" de tempo, investir ainda mais nas tentativas.

2) Tá quente!
As relações devem ser feitas, preferencialmente, quando a temperatura corporal da mulher estiver ligeiramente aumentada (cerca de 0,5ºC). Estudos comprovam que quando a mulher ovula sua temperatura corporal (basal) sobre ligeiramente. Para acompanhar sua temperatura, existem diversos sites com gráficos para acompanhamento da temperatura basal.

3) Sem cremes!
A mulher deve evitar o uso de cremes vaginais durante o período fértil, pois isso dificulta a locomoção dos espermatozóides. O uso excessivo de sabonetes íntimos ou desodorantes íntimos também pode influenciar negativamente o ph vaginal.

4) Fogo nele!
Se a mulher deixar o homem mais excitado antes do ato sexual, fará com que ele ejacule em maior intensidade aumentando, assim, o volume de esperma.

5) Segura...
A mulher deve procurar não fazer limpeza vaginal e nem urinar logo após o ato sexual, pois isso diminui a quantidade de esperma na vagina. O recomendado é que a mulher fique alguns minutos deitada (pode ser de lado ou com as pernas erguidas) após o término da relação sexual.

6) A ducha
Alguns especialistas sugerem que a mulher faça uma ducha íntima antes da relação sexual com 1 colher de bicarbonato de sódio para cada 1 litro de água. Esta solução ajudaria a equilibrar o ph vaginal.

7) Olha a comilança!
Estudos comprovam que uma alimentação saudável ajuda no controle da acidez vaginal, o que facilita a vida dos "peixinhos" no organismo feminino.

8) De olho na "melequinha"
Fique atenta ao ciclo do muco vaginal. Logo após a menstruação a mulher passa pelo período "seco", no qual pouco ou nada de muco pode ser visualizado na calcinha. Alguns dias depois inicia-se a fase de muco mais abundante, com aspecto de creme hidratante, podendo ser branco ou amarelado. Esta fase ainda é infértil, mas mostra que o corpo já está se preparando para a ovulação. Dias após vem o muco mais transparente e fluído, este é muco fértil, que sinaliza a ovulação. Após este a mulher volta para a fase"seca" que antecede a próxima menstruação.

(referência: site gestantes.net)

Iniciando o blog!

Olá! Há tempos ensaiava começar a escrever um blog e agora, finalmente, decidi iniciá-lo (na verdade, quando tive o meu primeiro positivo comecei um, mas quando perdi o bebê não tive mais coragem de continuá-lo...)!
Acompanho alguns blogs de tentantes e gestantes, além do Baby Center Brasil. Acredito que tais ferramentas, além de trazer informações úteis as tentantes, grávidas e mamães, também facilitam a criação de laços e ajudam a acalmar os "corações ansiosos" das quase grávidas!
Como tentante tenho aprendido muito sobre o corpo feminino, bem como sobre algumas "dicas" preciosas para quem deseja engravidar. Tenho aprendido, também, que a espera pelo positivo pode ser extremamente angustiante e envolver 100% dos nossos pensamentos diários... rsrsrs Nesse momento, o relacionamento conjugal merece atenção redobrada, já que a maioria dos maridos não compreende as angústias femininas.
Bom, mas inicio aqui o registro de uma caminhada em busca de um sonho... com todos os percalços e felicidades encontradas no caminho...
Beijão!
Mila