domingo, 9 de maio de 2010

Curtindo o Positivoooo!!!


Gente, são várias as novidades! Para quem acompanha o fórum Baby Center sabe (porque eu corri para contar lá - as gurias estavam ansiosas junto comigo!)... Mas vou tentar resumir o que se passou desde a sexta (30/05).

Sexta (30/05): Até este dia eu não tinha esperança nenhuma de receber o meu positivo. Afinal, nada de sintomas, nada de peito inchado (na outra vez eles dobraram de tamanho de uma hora para outra). Esse foi o primeiro mês em que eu começava (eu disse começava, ok?) a ficar um pouco mais tranquila, aceitando que tudo iria demorar... Bom, mas eis que eu estava no computador e começou a me dar umas fisgadas horrorosas na barriga (algo parecido com o que eu sentia todas as noites quando estava grávida da outra vez). Achei muuuuuuito suspeito aquilo! Liguei para a minha amiga Gabriela, que ao invés de me tranquilizar ficou me dizendo que eu podia estar realmente grávida...rsrsrs Liguei para a minha mãe que disse que deveriam ser gases (que sacanagem!). Por fim, entrei no fórum e falei com outras tentantes que me ajudaram a me acalmar. O jeito era esperar até domingo...
Domingo (02/05): Acordei e nada da menstruação. Geralmente a danada aparece de manhã, mas ok, vamos aguardá-la. Eu tinha quase certeza que não seria dessa vez. Continuava sem sintoma algum, apenas um pouquinho de cólica e o peito levemente dolorido (nada que uma menstruação não faça na véspera...). O domingo foi embora e a danada não apareceu! Êêê!!!
Segunda (03/05): Acordei cedo para trabalhar e coloquei um absorvente ("Certo que essa maldita vai vir quando eu estiver trabalhando..."). Trabalhei toda a manhã e nem sinal dela. Cheguei em casa ao meio-dia e meu esposo perguntou:
"E aí, nada da vermelha?"
"Não!" Respondi.
Passei o resto do dia escrevendo o meu TCC e esqueci um pouco dela. À noite, ainda com os mesmos sintominhas fui dormir. Nada dela parte 2 (Êêê!!!)
Terça (04/05): Achando que pudesse ser um atraso eventual (Ôôô, descrédito!), coloquei um absorvente e fui trabalhar. Trabalhei das 7h40min às 12h10min, fui almoçar em casa e a mesma perguntinha:
"Nada da vermelha?"
"Nããããoooo!" (Notem o tom um pouco mais histérico...)
Voltei ao trabalho as 13h40min e só saí de lá perto das 20h. Na saída do trabalho dois colegas pediram uma carona. Eles moram perto de um hipermercado e, quando passei por lá, resolvi aproveitar para comprar na farmácia um teste de gravidez. Pedi para a atendente o teste mais sensível do lugar e ela me vendeu o novo clear blue que, segundo a bula, detecta um positivo 4 dias antes do atraso. Pensei "É esse, já estou no segundo dia de atraso, se der negativo é porque não devo estar grávida mesmo...".
Paguei horrorosos 40 e poucos reais e saí correndo para casa.
Chegando lá, minha mãe me ligou e eu acabei contando para ela que tinha comprado o teste. Ela perguntou:
"O que deu?"
E eu:
"Não sei, estou com ele na mão. Deixa eu ir lá fazer que eu já te conto!"
Enquanto eu corri para o banheiro, a minha amiga Gabriela me ligou (vi na bina depois que era ela...)
Assim que eu coloquei o testador na urina (dizia na caixa que eu deveria esperar até 2 minutos para o resultado) um + gritou no visor! Meio atordoada eu reli a bula 14097398 vezes para ter certeza do que estava lendo certo... Êêê!!! E não é que deu positivo, mesmo???
Liguei para a Gabi (chorando), liguei para a minha mãe, liguei para as minhas duas irmãs e comecei a planejar como contaria para o maridão (que chegaria só lá pelas 23h...).
No próximo post eu conto... Ufa!

Um comentário:

  1. Milaaa que maneira especial que vc contou tudinho...lindooo
    Parece eu..rsrs...os mesmos sintomas, contei 1° para minha mãe tb...que legal..
    Agora vou ler como contou para o papai..
    bjinhus

    ResponderExcluir