sábado, 31 de julho de 2010

Rivera - parte 2

Já estamos em Porto Alegre. Em Rivera, caminhamos muito o dia inteiro e eu comi tanto que engordei 300 gramas em 3 dias (o que para mim é um recorde já que até agora eu só engordei 1Kg e 300gr...)!
Bom, mas além de comer e caminhar nós fizemos comprinhas, claro!
Na Duty Free America, comprei um termômetro digital da Chicco (R$12,00) e creminhos para evitar estrias na barriga e nos seios (também da Chicco, R$22,00). Na Chiquitos compramos o carrinho que vem com bebê conforto, cadeirinha para carro e suporte para a cadeirinha (cerca de R$380,00 tudo!). O carrinho é bem bonito e confortável, da marca Bebesit. Optamos em comprá-lo marfim e bege para que possamos usá-lo também com o segundo filho. 
É claro que não ficamos apenas nas compras da Bebê Gabi. Compramos também vários perfuminhos, creminhos da Victoria Secrets, 1 casaco, 1 tênis, 1 bota, MP3, champagne, vinho, alfajores... Tivemos que nos controlar porque a cota máxima de compras é de 300 dólares por pessoa. É claro que muitas coisas a gente pode colocar na mala, em uso, e acabam não entrando na cota. Mas, por sorte, ficamos dentro da cota nas compras grandes já que, na volta, fomos barrados pela Polícoa Federal que cobrou a nota fiscal das compras maiores...
Bom, passada a ansiedade, encaramos 6 horas de estrada na volta... Cheguei PODRE em Porto Alegre!
Mas no fim, valeu o passeio e as comprinhas...    

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Rivera - parte 1

Olá!
Chegamos em Rivera!
A viagem até que não foi tão cansativa, saímos de Porto Alegre pela manhã e chegamos cerca de 5 horas depois. Paramos no caminho para almoçar e fomos comendo bergamotas, maçãs e umas bobagenzinhas...
Havíamos feito reserva no Hotel Jandaia e não nos arrependemos. Além da cidade parecer estar bem movimentada, o atendimento do hotel parece exemplar! Todos são super atenciosos, há internet banda larga no quarto e o restaurante é maravilhoso (comi muuuuuito na janta, por sinal! Se comesse assim todos os dias da gravidez ia engordar uns 30kg!rsrsrs).
Bom, mas assim que nos instalamos, fomos dar uma volta pela cidade, ou melhor, pelas cidades. O hotel fica bem pertinho do "fervo" e da divisa Brasil-Uruguai, com todas as lojinhas maravilhosas a poucos metros. Porém, como hoje é domingo, a maioria das lojas abre somente pela manhã. Então, passeamos um pouquinho dando uma olhada no que estava aberto e fazendo um reconhecimento do território.
Amanhã ninguém me segura! Já vi uns carrinhos de bebê lindos em algumas vitrines!
Besos!
Mila

sábado, 24 de julho de 2010

Mexeu!!!

Mexeu!!! Mexeu!!! Mexeu!!!
Ontem à noite eu tive certeza! O papai estava com a mão na barriga e a "assanhada" da Gabriela (que não tinha saracoteado tanto assim com a mão da mamãe) deu três chutes-socos-cabeçadas! Coisa mais querida se exibindo para o papai! Dessa vez foi bem nítido, diferente da sensação levinha de quando ela se mexe ou troca de posição.
Ah, graças a Deus, nessa madrugada eu não senti nenhuma contração. Segui o conselho de uma colega de trabalho e dormi somente de lado (e não mais de barriga para cima). Segundo ela, lá pelo 5º mês de gestação seu médico a orientou a dormir somente de lado pois a posição "barriga para cima" dificultaria a circulação sanguínea da placenta. Bom, mas segui esse conselho e não senti nadica! 
Decidimos ir para Rivera amanhã, com mais calma...
Amanhã, posto de lá!

Homenagem à minha filhota exibida!!!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Contrações e bebê se mexendo! (Será?)


Há exatos três dias tenho acordado durante a noite sentindo a barriga exageradamente arredondada e endurecida. Na primeira vez, achei que não era nada de importante. Achei até engraçado aquela bolinha dura... Na mesma noite, prestando atenção ao que poderia estar acontecendo, comecei a sentir algo esquisito... Bem de levinho, como se fosse uma mosquinha (ok, borboletinha é mais fofo...) voando. Acho que senti o meu bebê! Conversando com outras mães elas confirmaram a sensação!
Bom, a história se repetiu por três noites seguidas. Hoje, porém, navegando na net comecei a ler sobre trabalho de parto prematuro e fiquei assustada! Já tinha uma ecografia marcada e, graças a Deus, estava tudo bem (mais tarde posto a "fotinho"). A (80%) guriazinha está super grandona! Com mais ou menos 13 cm (2cm só de fêmur!!!) e ficando apertadinha no útero.
À tarde liguei para a minha médica um pouco preocupada pois viajo amanhã (para Rivera) e comecei a fantasiar um monte de coisas sobre a tal "bolinha dura que surge à noite". A Dra. Marlui (minha nova obstetra, tenho que escrever sobre ela) foi muuuuito querida, super atenciosa. Ela me tranquilizou depois de perguntar detalhadamente o que eu estava sentindo. 
Bom, por fim, me liberou para a viagem, já que as contrações nessa etapa da gravidez (as minhas, que são indolores, infrequentes, sem perda líquida, etc) são uma preparação do útero e super normais de acontecerem. 
Abaixo, segue o trecho de uma matéria do site http://www.huggiesla.com/br sobre contração de treinamento.
Fui,
Mila
PS: Vou tentar postar de Rivera para quem se interessar em fazer por lá o enxoval do Baby...

Seu útero está na metade do caminho entre o umbigo e a região púbica. Você pode começar a sentir as contrações de Braxton Hicks. São contrações indolores, que duram aproximadamente 30 segundos e podem ser interpretadas como um pré-aquecimento de seu útero antes de dar à luz. À medida que sua gravidez avança, essas contrações vão se tornando cada vez mais freqüentes e duradouras, inclusive dolorosas. Se você tiver dúvidas sobre essas contrações, consulte seu médico.

Tente se alimentar com muitas frutas e mantenha uma atividade física moderada para tentar evitar a prisão de ventre, que é muito comum nas gestantes. Seu médico também pode aconselhá-la sobre esse assunto.

sábado, 17 de julho de 2010

14 semanas!!!


Nossa! As últimas semanas têm passado tão rápido que só hoje é que eu me dei conta que há um tempão que eu  não posto sobre o desenvolvimento do bebê...
Bom, ontem completamos 14 semanas de gestação e iniciamos a 15ª. Nas últimas semanas e, na verdade, nos últimos dias, temos notado muito nítidamente as muitas mudanças corporais da gestação. Agora já me sinto grávida e não mais uma mulher que exagerou na janta... rsrsrs Ontem, inclusive, ao comprar duas roupinhas para a bebê Gabí, entrei na fila preferencial e ninguém ficou me olhando como se eu fosse uma intrusa ali (ok, eu tive que estufar a barriga e quase ter uma lordose para valorizar a "pancinha"...).
Bom, mas vamos as informações (do site http://saude.fok.com.br, sobre a 14ª e a 15ª semana).

" Você está oficialmente em seus dias de glória: o segundo trimestre. Os níveis de energia estão se estabilizando, a quantidade de náuseas está caindo e você pode já estar mostrando aquela barriguinha linda. Caso você ainda não tenha dado a notícia para seus amigos e familiáres, esse é um grande momento para comemorar a feliz notícia ... isso se as pessoas já não adivinharam.
Seu corpo
Possívelmente você não se sentia tão bem há semanas. Se você não estiver se sentindo bem ainda, não se preocupe, você vai se sentir melhor em breve!
Aproveite esta suspensão temporária do mal estar. Se você não tiver se aproveitado do estado de grávida, recupere o tempo perdido durante esta semana. Durma bastante esta semana, faça seu maridão suprir todas as suas necessidades de grávida, deixe a sua mãe te tratar como um bebê, receba seuas amigos em sua casa, pegue um dia de folga do trabalho.
Você nunca pensou que teria vontade de fazer "aquilo" novamente, certo? Como os seus níveis energia estão aumentando, o seu interesse no sexo pode aumentar também.
Se as tuas costas começaram a doer, você pode agradecer a outro hormônio, a relaxina. Ela faz jus ao nome, a relaxina relaxa os músculos e amolece as articulações do seu corpo para ajudar a expandir a sua pélvis e as articulações em seu quadril, dando-lhes a flexibilidade necessária para o parto. Tem ação importante no útero para que ele se distenda, a medida em que o bebê cresce. Uma forma de aproveitar a sua nova flexibilidade é fazendo aulas de ioga. A relaxina tem o seu pico de produção na 14ª semana, e permanece em seu sistema depois bebé nascer caindo rápidamente os seus níveis.
Se, nesta semana, você estiver sentindo um pouco de contrações ou sensações que seu corpo está se esticando, não entre em pânico. São seus ligamentos e seus órgãos em movimento para acomodar o seu bebê que não para de crescer. O coração da mamãe bate mais forte e rápido para bombear o maior volume de sangue.
Seu bebê
Pense nisso deste modo: Você já passou por um terço do caminho e o bebé está um terço do caminho pronto. Agora é que as "grandes coisas" acontecem (como o desenvolvimento do esqueleto e órgãos), o seu bebé inicia um período de rápido crescimento cerebral, acúmulo de gordura entre outros trabalhos.
# Destaques desta semana incluem:
1) O seu bebê agora tem impressões digitais!! Acredite ou não, ele criou as impressões digitais sozinho enquanto nadava no líquido amniótico. Conforme ele movias suas mãos a pele nas pontas dos seus dedos adquiria uma forma única, aquelas ranhuras. É por isso que ninguém sobre a terra tem as mesmas impressões digitais, nem mesmo gêmeos idênticos! Agora os braços do bebê estão na proporção do seu corpinho, mas suas pernas ainda estão curtas em comparação ao resto do corpo."
2) Mecônio, também chamado de ferrado, constitui-se nas primeiras fezes eliminadas pelo recém-nascido. O intestino dele está começando a se carregar do mecônio nesta semana, o que significa que você não pode esquecer de comprar uma garrafa de azeite de oliva, uma das poucas coisas que pode tirar essa coisa pegajosa e, cá entre nós, nojenta do bum bum do seu bebê!
3) O pescoço está se alongando e o queixo ainda repousa sobre o tórax. Nesse ponto, nosso pequeno ser recebe todo seu alimento da placenta. Você deve tentar ouvir o coração do bebê com aparelho de "Doppler". Não se assuste se não conseguir ouvir, um exame de ultra-som pode confirmar a presença dos batimentos cardíacos do bebê.
4) Seu bebê continua ganhando novos talentos impressionantes como a pratica e o controle de movimentos musculares voluntários (isto irá ajudá-lo a sujar a sua cozinha enquanto você estiver tentando alimenta-lo, mais isso é só mais tarde).
5) Se for menino, a próstata começa a aparecer. Nas meninas, os ovários descem até a pelve. Se você vai ter uma menina pode ser interessante saber que no momento ela tem cerca de 2 milhões de óvulos em seus ovários; até o nascimento, ela terá apenas 1 milhão e até que complete 17 anos, ela estará carregando cerca de 200.000 óvulos.
Sua vida
Agora que você está se sentindo muito melhor, é hora de sair de casa fazer alguma atividade. Desfrute da sua energia, faça caminhadas no inverno ou no verão, faça esportes leves, vá nadar, velejar, fazer piqueniques com os amigos, viaje com seu amoreco, vá à praia (mas cuide-se com a exposição solar), comtemple as estrelas. Seja lá o que for, simplesmente saia e movimente-se.
Faz bem comer...
Se você transpira muito devido ao calor, beba muito líquido. Água é bom, mas também outros líquidos com suco de laranja, leite, e bebidas isotônicas, são importantes porque repõem os eletrólitos que são perdidos no suor.
Se você tiver sede, você já está desidratada, então tenha certeza de que você está bebendo líquido suficiente ao longo do dia.
É bom saber...
Para que serve a Placenta e o cordão umbilical?
A placenta permite que o embrião não seja expelido pelo organismo da mulher por ser considerado um corpo estranho. Deixa que o bebê faça trocas com o organismo da mãe só de substâncias boas para ele, o que não é boa a placenta não deixa passar. O crescimento intra-uterino depende muito do bom funcionamento da placenta.
O cordão umbilical é constituído de duas artérias e uma veia. Vai do umbigo do bebê até a placenta. As artérias levam o sangue com impurezas do bebê para que faça trocas com o organismo da mamãe. Assim, a veia traz de volta o sangue limpo e rico em nutrientes e oxigênio.
Exposição ao sol na gestação
Na gravidez, aumenta a chance de manchas aparecerem porque as células responsáveis pela pigmentação da pele são mais estimuladas. Caso surjam, as manchas podem se acentuar com a exposição ao sol. Por isso, o ideal é ficar longe do sol e usar filtros solares com fator de proteção 15, no mínimo. Quem trabalha na rua ou se expõe à luz fluorescente deve aumentar a proteção para 20. Quem já tem manchas deve usar filtro com fator de proteção solar 30. Cremes com vitamina C não interferem na gravidez e podem ser usados à noite, para ajudar a clarear a pele. Após o parto, as manchas podem regredir dentro de seis meses. Se não desaparecerem, então é hora de consultar um dermatologista para receber a indicação adequada de tratamento.
Futuro papai
Como vai papai? Muito estressado e preocupado com as finanças, fazendo horas extras e se aborrecendo com as despesas? Respire fundo e tente avaliar sua real situação. Veja se suas preocupações estão fora da proporção das necessidades de sua família. Muitas vezes, os homens esperam lhe dar com as finanças da família que se tornam o foco principal de atuação do pai enquanto na verdade estão escondendo suas reais preocupações - medo de ser pai e a gravidez. Pense a respeito de suas reais preocupações.

Ai, coisa querida!

Hoje a mamãe não resistiu e comprou duas roupas fofas para a bebê Gabí!
Vai ser metida essa guria!



quinta-feira, 15 de julho de 2010

Licença maternidade

Nos últimos dias várias pessoas têm comentado a aprovação do projeto de lei que prevê a obrigatoriedade da adoção da licença maternidade de 6 meses em empresas públicas e privadas. Como este assunto é de interesse geral de grávidas e tentantes, resolvi me inteirar melhor sobre o projeto. Será que consiguiremos nos benefiarmos a tempo?
Segue reportagem publicada no dia 07/07/2010 no site http://noticiasuol.com.br/

Senado aprova licença-maternidade de 6 meses
O Senado aprovou proposta de emenda constitucional (PEC) que amplia de quatro para seis meses o prazo de licença-maternidade. A proposta, que obteve 54 votos favoráveis e nenhum contrário, segue para análise da Câmara dos Deputados.
O projeto de autoria da senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) modifica a Constituição Federal para tornar obrigatória a licença de 180 dias para empresas públicas e privadas. Na prática, a proposta amplia o alcance da Lei número 11.770, de 2008, de autoria da senadora Patrícia Saboya (PDT-CE), que faculta às empresas a concessão da licença de seis meses. Em contrapartida, a norma garante a dedução das despesas extras do Imposto de Renda.
A senadora, que era médica pediatra antes de ingressar na política, não acredita que as empresas ofereçam resistência à ampliação do prazo. Ela argumenta que a taxa de natalidade do País, atualmente de 1,9 filho por casal, vem caindo sistematicamente. Afirma que as experiências recentes mostram que a mãe que passa mais tempo com o filho retorna mais produtiva ao trabalho. E acrescenta que o ciclo de seis meses de amamentação garante mais saúde ao recém-nascido e, com isso, reduz as faltas da mãe ao trabalho.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Chá de Bebê - começando a planejar...


Parece longe, mas com a velocidade que as semanas têm passado, resolvi começar a programar o chá de bebê da Gabi. Provavelmente farei o chá com 7 meses de gestação, seguindo a dica de amigas que disseram conseguir curtir mais fazendo-o um pouco mais cedo, antes do barrigão atrapalhar.
Tenho visto muitas coisinhas fofas na internet... Ideias legais, criativas e diferentes. Quem está me ajudando (e incentivando, na verdade, já que ela adooooora organizar uma festinha!) é a minha amiga Gabriela (xará da bebê Gabi).
Como teremos uns diazinhos de férias agora em julho, vou postando aqui as nossas ideias e planejamentos feitos nesse período. Não tudo, claro, para que não se perca a surpresa, mas o suficiente para dividirmos ideias BBB (boas, bonitas e baratas), já que optamos por fazer grande parte da decoração e dos comes e bebes.
Ah, acima está a foto de um "Bolo de Fraldas" (imagem do site www.rainhasdolar.com), ideia super bacana para enfeitar a mesa de comidinhas. Sim! Ele é feito de fraldas!!!

domingo, 11 de julho de 2010

Fotinhos....

Hoje tirei mais fotinhos da barriga e me impressionei com a diferença! Nas últimas duas semanas a Gabriela resolveu se exibir um pouquinho mais (ok, sem criar grandes expectativas, a barriga ainda tá pequena...). Quem me conhecia antes já percebe que a barriguinha está saliente e a cada 3 dias eu perco mais uma calça jeans...

Abaixo segue, também, a Gabi se exibindo na última ultra (feita no dia 08/06), quando descobrimos que esperamos uma princesinha (com 80% de chance como, cuidadosamente, não cansa de lembrar o papai).


  Comparação entre a barriguinha com 5 e com 13 semanas de gestação

Nossa bonequinha com o bracinho para cima (não parava quieta, a guria!!!)

O que é isso? Parece que tá botando a língua pro médico! Mal-criada!!!


A coluninha em posição de pilates...


Por fim, as medidas da bebê Gabi!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Lista de enxoval - o que comprar no 2º trimestre de gestação

Se tu pretendes tentar descobrir o sexo do bebê antes dele nascer, já poderás programar seu “cantinho” e suas coisinhas de acordo com o sexo. Inicialmente eu queria ter esta surpresa na hora do parto, mas quando comecei a perceber que hoje em dia praticamente tudo no mundo dos bebês é direcionado aos meninos ou as meninas, com poucas opções mistas, comecei a questionar a minha opção. Outro fator que foi importante na minha decisão foi a possibilidade de dar nome ao bebê, imaginando-o como menininha ou “gurizão”. Essa construção da identidade de gênero do bebê parece solidificar ainda mais a relação da família (e, principalmente, do papai e da mamãe) com o serzinho que estamos gestando.

O que comprar no 2º trimestre?
Bom, caso seja seu desejo, assim que tu descobrires se esperas uma menina ou um menino, poderás programar mais detalhadamente alguns aspectos do enxoval. No 2º trimestre sugiro que comeces a pesquisar e, se possível, a comprar as peças de maior investimento.

Para a gestante:
- Kit de hidratação para o corpo: a hidratação continua sendo muito importante já que a pele começa a sofrer as alterações mais bruscas. O ideal é hidratar o corpo duas vezes ao dia, principalmente se tu estás grávida no inverno e mora em regiões mais frias (como euzinha!!!).

- Kit rosto: Limpeza, hidratação e proteção solar. Lembre-se que a pele da gestante tende a ficar mais oleosa ou mais seca. As manchas no rosto também são comuns nesse momento, portanto, continue abusando do filtro solar!

- Roupa de gestante: Nessa fase a gestante começa a perceber que não consiguirá usar suas roupas antigas por muito mais tempo (se é que ainda as usa). Chegou a hora de investir em roupas específicas para gestantes. O melhor é comprar roupas em lojas de gestantes mesmo, já que, apesar de serem um pouco mais caras, elas oferecem modelos reguláveis para que tu continues usando-as toda ou boa parte da gravidez.

Para o bebê:
QUARTO:
Chegou a hora de planejar o cantinho do bebê! Se tu optaste por uma reforma na casa para receber o novo integrante, trate de se apressar para que possas organizar tudo tranquilamente. Lembre-se que a partir da 36ª semana de gestação a mamãe entra na fase do “a qualquer momento” e o ideal é que até lá tudo esteja organizado.
- Móveis: O bebê precisará de um berço (mais o colchão), um armário e um espaço para troca de fraldas (trocador). Demais móveis e outros acessórios podem ser acrescentados de acordo com cada família. Por ser um investimento razoável, sugiro que o quartinho do bebê seja planejado de modo que seu filho possa aproveitá-lo por mais tempo. Os berços que viram mini-camas e as cômodas que viram criados-mudo são bons exemplos de investimento a longo prazo.
ACESSÓRIOS:
Os acessórios e utilidades variam de acordo com a experiência e a vivência de cada mamãe, bem como a rotina de cada família e o lugar onde mora. Algumas peças são básicas, mas outras podem ser retiradas ou acrescidas.
- Babá eletrônica
- Carrinho de passeio
- Cadeirinha para carro
- Bebê conforto
- Banheirinha
ROUPINHAS:
Mesmo com tantos gastos previstos nesse trimestre, pode ser que tu queiras começar a comprar umas roupinhas, ou que queiras organizar as quantidades do que estás ganhando. Lembre-se que as roupinhas RN são usadas, em média, de 15 a 40 dias. Assim, mesmo com tantas mudas que o bebê faz quando é novinho, não invista muito em roupinhas deste tamanho. Caso tu ainda não tenhas o armário do bebê, espere até o quartinho estar mais adiantado para acomodar melhor as coisinhas do seu filhotinho.
FRALDAS:
Se tu tens espaço para guardar pacotes de fraldas, vale a pena ficar atenta a promoções e, eventualmente, comprar alguns pacotes de fraldas. Navegando na net encontrei várias sugestões e resolvi montar essas dicas:
Do parto até 2 meses: 1 fralda a cada mamada (mais ou menos a cada 3 horas), totalizando 240 fraldas por mês. O bebê usará tamanho RN até 3kg e P até 5Kg.
De 3 a 5 meses: são cerca de 6 trocas por dia. O bebê provavelmente usará cerca de 180 fraldas tamanho M.
De 5 a 11 meses: o bebê provavelmente já estará usando tamanho G. Com cerca de 5 trocas diárias ele precisará de cerca de 150 fraldas por mês.
A partir de 1 ano: O bebê já usará (ou estará prestes a usar) tamanho EG. As 5 trocas por dia diminuirão a medida em que o bebê iniciar o treino para a retirada das fraldas.
Tamanhos:
RN = até 3Kg
P = de 3 a 5Kg
M = de 5 a 10Kg
G = de 9 a 12Kg
EG = 14Kg em diante



Sugestão de cálculo básico (pacotes pequenos):
5 pacotes RN
20 pacotes P
27 pacotes M
49 pacotes G

quinta-feira, 8 de julho de 2010

80% de chance... É MENINA!!!


Acabamos de chagar da ecografia de rastreamento! Está tudo bem com o nosso bebê, todas as medidas estão normais (6,6 cm da cabeça ao bumbum) e ele se mexia bastante. "É um bom sinal! Mostra saúde!", disse o médico. No meio do exame o médico mostrou-nos o que via na tela e disse que nessa fase já dá para ver o sexo do bebê mas que a diferença é bastante sutil. Apesar disso ele virou para nós e falou "80% de chance... É menina!!!"
Que delícia! É a nossa GABRIELA
O papai, como sempre cuidadoso e um tanto desconfiado ficou feliz mas ainda aguarda a confirmação dos 100%... rsrsrs
A mamãe está toda babona e já pensando em babados, corações e no mundo cor-de-rosa que está por vir...
Que venha ao mundo a nossa princesinha! Com muita saúde e paz!

sábado, 3 de julho de 2010

A escolha do obstetra


Quem me acompanha aqui no blog sabe que estou na fase de transição de obstetra. Na verdade, ainda tenho consulta com a minha médica no dia 13/o7, mas um dia antes irei conhecer uma nova médica. Vasculhando a net encontrei um texto no site da Crescer (www.crescer.com.br) que pode ajudar quem, como eu, está a procura da sua "alma gêmea obstétrica" (he he he)...
Beijinhos!

A escolha do obstetra que vai acompanhar sua gravidez

Eleger um dos personagens principais da sua gestação exige uma pesquisa cuidadosa. Veja o que é importante na hora de escolhê-lo
Mônica Brandão


Eles somam mais de 30 mil no país. Só por isso, escolher um obstetra já é um trabalho árduo. Como é preciso levar em conta que a gravidez é uma das experiências mais importantes na vida do casal, que a saúde da mãe e do bebê dependerá dele e um erro pode deixar grandes traumas, a dificuldade da escolha aumenta ainda mais. Geralmente, quem procura um obstetra é a mulher que engravida pela primeira vez e não tem um ginecologista fixo. Caso tenha, pode ser que ele não atue como obstetra — ou não tenha a qualificação desejável. Há também pacientes que querem um novo médico porque o anterior não corresponde mais às suas necessidades. Seja qual for o motivo, o objetivo é encontrar o profissional que reúna o maior número de qualidades consideradas essenciais pela futura mãe — e isso requer uma boa pesquisa.
A verdade é que, excluindo-se os requisitos obrigatórios — ser formado em medicina com especialização em obstetrícia —, não há regras para saber quem é qualificado e quem não é. Também estão em jogo aspectos subjetivos. “Um médico que se preocupa com a vida pessoal da paciente pode ser ótimo para uns e intrometido para outros”, exemplifica o obstetra Abner Lobão Neto. O que conta é mesmo o conjunto de fatores.

Não se intimide
Para discernir, primeiro é preciso não temer a condição de especialista dos médicos. É claro que eles têm muito conhecimento. Nem por isso devem deixar de responder a todas as perguntas ou ser questionados em suas decisões. “Trata-se de um serviço, e deve ser pesquisado como tal. Não se deve ter vergonha de pesquisar sobre o médico”, alerta a enfermeira obstétrica Dóris Ammann Saad.
Em segundo lugar, é preciso ter clareza do que vocês desejam (desejam, no plural, porque é importante que o pai da criança também registre suas opiniões). Preferências sobre o tipo de parto, por exemplo, são fundamentais para orientar a escolha. Para ajudar sua pesquisa, CRESCER elaborou uma lista de itens que você deve analisar para tornar mais fácil a busca pelo melhor profissional. Confira quais são e boa escolha!


O plano de saúde cobre
O primeiro desejo de uma grávida é ter um médico que atenda pelo seu plano de saúde. Você pode optar por um profissional na lista do convênio e verificar se ele é bom. Mas o ideal, segundo o obstetra Jacob Arkader, é ter alguma referência. “Pode ser a indicação de outro médico, como o dentista ou o dermatologista”, sugere. Marque quantas consultas forem necessárias até encontrar o médico que lhe agrade.


O plano de saúde não cobre
Se você não tem um convênio ou prefere usar o reembolso para ampliar as opções, vale o critério da indicação. Mas outro quesito passa a ser importante: o preço. E o mercado dita as regras. Quanto mais o médico oferece — sofisticação da aparelhagem, número de funcionárias, boa formação —, mais caro custa. O que não garante a qualidade. Negocie: divida o pagamento, peça um prazo maior para saldar a dívida, faça pacotes.

Homem ou mulher
Há grávidas que querem ser tratadas por mulheres porque acham que elas as entenderão melhor, ou porque os maridos pedem isso. Outras pacientes acreditam que os homens, por não conhecerem as dores femininas, serão mais respeitosos. O que vale é se sentir bem. “Sempre achei as mulheres mais sensíveis. Quando engravidei, escolhi uma obstetra, mas observei que ela era muito bruta e masculinizada. Mudei para outra, mais delicada. Nas complicações que tive no parto, ela ficou ao meu lado. Foi como se eu estivesse com a minha mãe”, conta a advogada Fernanda Fenerich.

O tipo de pré-natal e de parto
Logo na primeira consulta, diga tudo o que deseja em seu pré-natal e no parto. Se conversarem sobre isso depois, você corre o risco de mudar seus desejos só por conta do vínculo afetivo que já estabeleceu com o médico, e isso não é bom. O obstetra também terá oportunidade de dizer como faz seu trabalho. As expectativas têm de casar. E a experiência do médico também. Não adianta querer um parto em casa com um profissional que nunca fez isso.
Já a cesárea é considerada uma cirurgia de médio porte, que envolve riscos e só deve ser feita em casos necessários. Um obstetra realmente qualificado alertará você sobre isso, pois sabe dos perigos envolvidos. Mas fique atenta. “Muitos médicos dizem que fazem parto normal, mas inventam algum motivo para a cesárea depois. Você pode investigar um pouco na própria sala de espera do consultório, conversando com a secretária e com outras pacientes para ter uma idéia da quantidade de cesáreas que ele faz”, diz a doula Ana Cristina Duarte.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Só alegria!


Gente, amanhã eu e o meu filhotinho iniciamos um novo ciclo: o segundo trimestre! Quem já passou por uma perda sabe o que isso significa. O 2º tri é um momento mais tranquilo e afasta em grande parte as chances de aborto espontâneo. Nessas últimas semanas tenho sentido muito sono e cansaço. Sorte que, por estar grávida do primeiro filho, ainda dá para conciliar uns cochilos ao longo da semana. Quando estou mais cansada, sinto enxaqueca, um pouco de enjôo e umas cólicas bem fraquinhas. Pronto, é o sinal vermelho se acendendo, hora de parar tudo e descansar (se possível, dormir). Depois de um descanso, estou nova. Além dos cochilos (de cerca de 2 horas), durmo umas 10 horas por noite.
Outra novidade é que a barriguinha está aparecendo! As poucas calças jeans que ainda serviam estão dando adeuzinho e algumas pessoas têm me dito que já vêem minha barriguinha. Que delícia, né?
Quero ver se no final de semana, posto umas fotinhos...
Grande beijo!