segunda-feira, 4 de abril de 2011

Mamãe e bebê bem humoradas!

A Gabí, que está com cerca de 3 meses e meio, está cada vez mais fofa! Passados os primeiros meses fui notando grande diferença no comportamento dela e na relação dela com o mundo. Antes, ela se mostrava um pouco mais "chorosinha" e, algumas vezes até meio "brabinha". Hoje, vejo-a bem mais tranquila e dócil. É claro que alguns aspectos fazem parte da personalidade da nossa bebê. Ela ainda se mostra bem decidida e de personalidade forte (como diz a minha amiga Gabi, a bebê Gabí "apita o grito") mas ela está mais calma e quietinha. Percebo que tais mudanças têm a ver com as mamadas e com a rotina e a quantidade de sono dela (que aumentou).
Eu andava percebendo-a irritadiça a umas três semanas atrás. A Gabí mamava e dormia no final da mamada e ficava chorosa até a mamada seguinte. Eu, que sou super contra complemento e dava apenas 1 mamadeira de NAN antes dela dormir à noite, resolvi deixá-la mamar no peito e depois ofereci uma mamadeirona para ver se ela "ransava" de fome. E não é que ela mamou 160ml depois de mamar no peito?
Como o aumento de peso dela no último mês não foi tão significaivo (700gr) e a minha produção de leite parece aumentar num ritmo mais lento do que o da fome dela, rendi-me ao complemento e tenho dado 2 ou 3 mamadeiras à ela por dia (1 com leite materno, que eu consigo tirar antes de eu dormir e as outras com NAN), além das outras mamadas de peito.   
Bom, outro fator que parece ter contribuído para a melhora do humor da Gabí foi o fato de eu ter começado a adaptá-la a uma rotina de sono durante o dia, apesar do pediatra ter dito, na última consulta, que ela ainda era novinha para pôr-lhe horários. Observando a tendência natural dela, fui vendo que ela acordava lá pelas 6h30min para mamar, voltando a dormir lá pelas 7hs e acordando novamente lá pelas 9h30min. Próximo das 11hs a bebê costumava "resmungar" (o que poderia indicar sono) e ficava resmungando até "desmaiar" no começo da tarde. Seguia dando cochilos esporádicos ao longo de toda a tarde e ficava muito chorona as 19hs, seguindo assim até a hora do banho as 22hs. Dessa forma, fui adaptando-a aos seguintes horários:

6h30min: Acorda e mama (meio dormindo).
7h: Volta a dormir
9h30min: Mamada. Fica acordada, brincando até a próxima mamada.
11h30min: Mamada
12h: Cochilo.
12h50min: Acorda e brinca.
13h30min: Mamada na mamadeira (aqui eu estimulo-a a "encher o tanque" para que ela durma bastante na soneca da tarde).
17h: Acorda (depois de cerca de 3 horas de sono) e mama.
17h30min: Brinca até a próxima mamada.
20h: Mamada.
20h30min: Cochilo.
21h: Acorda e brinca.
21h30min: Banho (com muitas músicas e brincadeiras).
22h: Massagem relaxante com musiquinhas calmas.
22h15min: Mamada com mamadeira.
23hs: Dorme no bercinho.

Incorporando essa rotina de horários, aos poucos, a Gabí foi se acalmando. Hoje ela dorme no próprio quarto e no bercinho. Quando chega a hora de dormir eu a nino um pouco no colo e, quando ela está quase dormindo, coloco-a no bercinho com a chupeta e o "paninho". Ela vira de ladinho e dorme. Algumas vezes dá umas "resmungadas", mas é só entrarmos no quarto e dar uns leves tapinhas no bumbum, fazendo "shhhh", para ela dormir. Assim, ela dorme a noite toda (das 23hs as 6h30min). É importante ressaltar que esses horários foram determinados com a observação do comportamento da minha bebê, considerando-se suas necessidades naturais. Algumas adaptações foram sendo feitas até o resultado final descrito acima e algumas variações acontecem naturalmente sempre que necessário.

DICAS:
# Antes de estipular uma rotina, sugiro que tu anotes, por pelo menos 3 ou 4 dias o que a criança naturalmente faz e que comportamento tu observas (eu comecei assim). Partindo dessas observações, vá estipulando metas aos poucos. Por exemplo, rotina na soneca da tarde tal hora, etc.
# Siga um objetivo por vez.
# Persista em cada objetivo, mesmo que as primeiras tentativas sejam caóticas.
# Dê "dicas" para o bebê do momento seguinte da rotina. Uma boa forma de ajudá-lo a entender a rotina e prever o momento seguinte é fazer tudo na mesma ordem e mais ou menos da mesma forma. Ou seja, se tu começas o momento do sono da noite dando banho, fazendo massagem e dando de mamar, faça sempre nessa ordem.
# O uso de músicas (cantadas ou tocadas) também ajuda. Procure usar a mesma ordem assim, quando começares com a música "tal", o bebê vai aprendendo que virá o momento da massagem, por exemplo.
# Siga a técnica da tentativa e erro. Se o bebê está choroso, verifique se ele está com calor/frio, fome, dor, e, finalmente, sono. Ele também pode estar se sentindo sozinho e querer um pouco de colo ou carinho. Provavelmente algumas dessas opções irão suprir as necessidades do bebê.
# Lembre-se que o choro é a forma do bebê se comunicar com o mundo e de manifestar desconforto. Procure satisfazer as necessidades do bebê quando ele chora.
# Anote tudo o que tu observares em relação ao comportamento do bebê, o que tu fizestes e qual foi a reação dele. Tais observações serão úteis para tu ires repetindo o que deu certo e refletir sobre o porquê de algumas coisas darem errado. 

Um comentário:

  1. Mila! Como a Gabí dorme bastante! O Gu não dorme tanto.. Vou tentar fazer um rotininha assim pra ele e vamos ver como fica! (confesso que me deu uma dorzinha de cotovelo ela já dormir a noite toda! rs)

    ResponderExcluir