sábado, 19 de setembro de 2015

Aborto retido e curetagem

Após uns 10 dias depois da descoberta da perda do nosso bebê os sintomas permaneciam os mesmos e parecia que o processo de aborto não iria finalizar tão cedo.
Eu não conseguia voltar ao trabalho, nem sair de casa, nem conversar sobre o assunto...
Minha vida havia se transformado em uma dolorosa espera. Não aguentei e pedi para a minha médica para fazermos a curetagem. A vantagem, segundo ela, é que também poderíamos mandar o material para análise e buscar por respostas para o que tinha acontecido.
Dei baixa no hospital próximo das 12 hs. Colocaram em mim 1 comprimido de Citotec, o que fez o útero dilatar para a coleta feita depois. Voltei para casa naquela madrugada. Acordei super bem fisicamente após a anestesia.
O anestesista, por sinal, foi o mesmo que me anestesiou na cesariana da minha filha. Lembro de ter dito para ele, chorando, assim que acordei após o procedimento: "Tchau! Espero nós vermos da próxima vez em uma situação mais feliz..."
Mas mesmo tudo tendo sido muito triste, trouxe-me grande alívio...
Estava tudo terminado. Outra vez...
Na consulta posterior com a minha GO vimos que estava tudo bem e ela me pediu para esperar pelo menos 6 meses antes de tentarmos de novo.
O meu sentimento era de profundo fracasso e eu só pensava: "o que eu tenho de errado?"
Não conseguia nem pensar em engravidar de novo.
Eram muitas coisas acontecendo e eu precisava digerir tudo...

Um comentário:

  1. :( :(
    Você vai conseguir.
    Boa sorte.

    http://mamaeisabebearthur.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir